• Lamvie

Quando oferecer mel?

Quando oferecer mel?

Há uma frase antiga que diz que coisas fáceis são "melzinho na chupeta", já ouviu falar?



Hoje não se incentiva nem mais o mel e nem mais a chupeta para os bebês!

Mas se o mel vem das abelhas, possui propriedades antifúngicas, bactericidas, antivirais e ainda deixa um delicioso sabor adocicado, porque não é mais recomendado seu uso na primeira infância?

Porque a ciência descobriu que o microorganismo Clostridium botulinum pode estar presente no mel e causar muitos danos ao organismo infantil, que não possui imunidade suficiente para defender-se dele antes de 1 ano de idade. Sendo assim, antigamente quando se usava o "melzinho na chupeta", muita criança perdeu a vida por este motivo, mas as famílias nem desconfiavam que a causa era o mel...


Mas, voltando às questões da infância, será que então depois de 1 ano já se pode oferecer mel para criança?


A resposta é NÃO, visto que o Ministério da Saúde propõe que não se adocem os alimentos das crianças menores de 1 ano nem com açúcar, nem com qualquer outro adoçante (seja ele artificial ou natural), inclusive o mel.


Como os mamíferos têm preferência pelo sabor adocicado, para que ressaltamos este sabor em um momento da vida em que a criança está curiosa e receptiva a novos sabores?


Então aproveitemos esta fase para apresentar às crianças os alimentos na forma como eles realmente são!


E quando oferecer mel para a criança? A resposta da nutri é: quando ela pedir! E se tiver mais de 2 anos, claro! Até lá, você pode continuar servindo os alimentos in natura.


Se os maiores de 2 anos da família quiserem substituir o uso do açúcar refinado pelo mel em receitas ou para adocicar o sabor de iogurtes naturais e bebidas, é uma alternativa bem mais nutritiva!


Mas lembre-se da moderação, hein!


#nutriinfantil #nutrilamvie #alimentacaosaudavel #blw #introducaoalimentar #comidadobebe #nutricionista #mel


Liziane M. Laufer | Nutricionista Materno Infantil | CRN-PR 8-3669

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo