• Lamvie

Meu filho tem dificuldade em aprender a ler e escrever

Você sabia que o fonoaudiólogo também trabalha com a linguagem escrita? Pois é, assim como a fala, ler e escrever também são instrumentos de comunicação social.



A linguagem escrita é constitutiva em qualquer idade, ou seja, estamos desde que nascemos até quando ficarmos velhinhos, nos apropriando de escrever algo ou ler algo.


Sabemos que o processo de aprendizagem é uma etapa de grande importância na vida do sujeito, sendo a infância, a fase mais determinante para este se tornar um bom leitor e escritor. Entretanto, é muito comum as crianças apresentarem algum sinal de que necessitam de um acompanhamento profissional, como por exemplo:


  • Espelhamento de letras;

  • Trocas de letras;

  • Escrever sem segmentação (tudo junto) ou com muita segmentação (tudo separado);

  • Não conseguir reconhecer ou distinguir formas das letras;

  • Até mesmo o famoso diagnóstico de “dilexia”.


Como temos esse “poder” terapêutico, não iremos trabalhar como o professor. Iremos resgatar essas questões de aprendizagem que ficaram para trás para que a criança consiga acompanhar no quesito pedagógico e, fazer uma reinvenção de todo esse caminho já percorrido para que ela consiga aprender.


O fonoaudiólogo trabalhará avaliando os aspectos: Discursivo, textual e normativo, ou seja, como o pequeno se coloca em relação à leitura e a escrita, como ele considera aquilo que está lendo ou escrevendo, qual sua condição de leitor/escritor, se ele sabe a finalidade, função e valores daquele texto, a ortografia, gramática, grafia, sintaxe e concordância, mas sobre tudo tendo como objetivo, a ressignificação da leitura e da escrita da criança.


Se você ficou com dúvidas, entre em contato com a gente!


#aprendizagem #fonolamvie #escrita #leitura #fonoaudiologia #desenvolvimentodacriança


Simona Miléo Siqueira | Fonoaudióloga | CRFa 3-11.591

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo