• Lamvie

Cheguei em casa após o parto! E agora?

No hospital estava tudo bem! Bebê mamando, fraldas trocadas com xixi e cocô, sono (quase) em dia. Mas em casa... parece que tudo virou de pernas para o ar! Agora sou mãe, agora sou pai, e tenho uma vida pelo qual sou responsável! O que fazer?

A Dra. Bianca Cavichiollo nos informará sobre alguns cuidados para esse momento.



Vamos lá! Sem desesperos! Vocês não são os únicos a passar por isso, acreditem! Todos os pais estão na mesma situação. Apesar das turbulências iniciais eu prometo: tudo vai dar certo!


A primeira coisa a fazer ao chegar com o bebê em casa é: ESTABELEÇA UMA ROTINA! A rotina é muito importante para o neném que acabou de chegar! Pense: ele acabou de sair da barriga. Não sabe se é dia ou noite, não sabe quantas horas um dia tem, não conhece o relógio, não conhece o frio ou o calor, nunca até então tinha se alimentado.

Eu gosto de fazer uma analogia: recém-nascidos são como humanos que acabaram de chegar em um novo planeta. Eles moravam no planeta útero e era isso que conheciam. E, de repente, caem de paraquedas num planeta chamado Terra! Deve ser muito difícil!

E qual a reação deles a tudo isso? Eles CHORAM! Sim, BEBÊS CHORAM, E MUITO! É a única forma que eles têm de se comunicar. Então eles choram para xixi, cocô, sono, fome, frio, calor, cansaço, tédio...ou seja, para absolutamente tudo! O que quero dizer com isso? Que o choro é normal e esperado! Estranho seria se seu bebê não chorasse. Por isso a rotina é tão importante. Ela vai minimizar os desconfortos que o bebê pode sentir nesta transição.


E como deve ser minha rotina??? Como melhor se adaptar a sua família! Mas algumas dicas são importantes...


- Dia: Dia é Dia! O bebê precisa aprender a identificar isso! Portanto abra as cortinas e as janelas e deixe o Sol entrar! Faça barulho (habitual) na casa, não deixe tudo silencioso e não precisa falar sussurrando. Converse com seu bebê.


- Noite: Noite é feita para dormir! Ao cair da noite comece a rotina do sono. Se você o ensinar desde bebê você não terá problemas no futuro. Escureça a casa, silencie, desligue as telas (televisão, tablets, celulares e afins), coloque uma música calma e baixa, coloque o bebê no seu berço após amamenta-lo e ajude-o a dormir. Veja, nesse ponto temos muito a discutir. Tipo de berço, cama compartilhada ou não, dormir no colo... Mas isso deixaremos para um próximo post!


- Banho: O banho relaxa o bebê, portanto minha dica é: dê banho a noite, antes da rotina do sono! O banho pode ser em banheira ou ofurô (eles adoram, pois mimetiza o útero materno). A água não deve ser muito quente (em torno de 37ºC). Os produtos a serem utilizados são de preferência shampoo e sabonetes neutros (sem muito perfume ou cor).


- Coto umbilical: tão temido, porém tão inocente! Não tenha medo de limpar! O coto deve ser limpo com álcool 70% três a quatro vezes ao dia. O álcool deve ser passado em todo o coto, principalmente em sua base. O umbigo também deve ficar o mais seco possível. NÃO se deve colocar NADA sobre o umbigo do bebê (moedas, faixas ou outros), ele não ficará saltado!


- Xixi e Cocô: O xixi deve estar presente ao menos 4 a 5 fraldas cheias ao dia. As evacuações normalmente são diárias e várias vezes ao dia, porém se seu bebê ficar até 5 a 7 dias sem evacuar e estiver em aleitamento materno exclusivo, mamando bem e ativo, isso pode ser normal! A coloração inicial das fezes é enegrecida e gosmenta (mecônio) e com o passar dos dias se torna amarelada / esverdeada.

- Aleitamento: Deve ser livre demanda! Como disse anteriormente o recém-nascido não conhece o relógio. Quem conhece somos nós, e aí colocamos em nossas cabeças que o neném tem que mamar de 3 em 3 horas. Mas isso não é regra! O bebê precisa mamar não só porque está com fome, por isso não existe leite fraco ou leite que não sustenta.

A mamada serve também para matar a sede, conforto, aconchego, analgesia, para dormir...ou seja, são várias funções. Então, se seu bebê mamar a cada 30 minutos isso é normal, bem como se ele mamar a cada 4 horas. Cada um tem seu ritmo. Portanto, olhe o bebê e não o relógio. Ele vai te dar sinais de que quer ou não sugar. Não deixe ele chorar de fome. Quando isso acontece às vezes eles ficam irritados e brigam com o seio.

Os primeiros sinais de que o neném quer mamar são o virar a cabeça de um lado para o outro e a boquinha abrir e procurar algo. Nesse momento já ofereça o seio.


- Visitas: Esse é um momento novo para a família, e principalmente para o recém-nascido. Muita visita pode estressar o neném e dificultar inclusive a amamentação. Então restrinja as visitas aos parentes mais próximos (avós e irmãos) nos primeiros dias. Evite também que o bebê passe de colo em colo. Isso aumenta a perda de peso e predispõe a doenças infectocontagiosas.


- Agora: é só curtir o seu filho ou filha! Esse é um mundo mágico e cheio de novidades a serem descobertas! As dúvidas vão surgir e para elas consulte o pediatra de seu filho!


#cuidados #parto #pediatria

Dra. Bianca Cavichiollo, Pediatra e Neonatologista, CRM/PR 30641