• Lamvie

Por que levar a criança ao ODONTOPEDIATRA?

A Odontologia é conhecida pelo "medo generalizado". Muitas pessoas sofrem crise de ansiedade e fobia só de pensarem em ir ao dentista. Isso porque antigamente os procedimentos eram muito dolorosos e não existiam técnicas anestésicas.


Mas hoje tudo mudou (graças à Deus)!!! Existem vários tratamentos conservadores, técnicas para relaxar e estratégias para lidar com a dor. Há também a segmentação das especialidades, onde o profissional escolhe qual área se aprofundar e ser considerado Especialista após o curso de pós-graduação.


Assim como na Medicina, a Odontologia também tem uma área especifica para cuidar da saúde das crianças, a Odontopediatria. O Odontopediatra é o cirurgião dentista que estudou a sua pós-graduação focado no atendimento de bebês e crianças e suas intercorrências.


No curso de pós-graduação, além de ter as aulas sobre técnicas e procedimentos, existe também uma carga horário bem considerável sobre psicologia infantil. O atendimento com os pequenos requer muitas estratégias de manejo de comportamento e criação de vínculo de confiança. É estudado cada detalhe que possa desencadear medo e ansiedade. É levado em consideração tudo que possa fazer a criança lembrar de médicos e vacinas.


Por isso, a sala de Odontopediatria deve ser colorida e com decoração conhecida dos pequenos. Presença de desenhos de outras crianças e personagens conhecidos, fazem eles se identificarem com o local e "esquecer" da consulta. Evitar o uso do jaleco branco é a regra número 1 para desvincular a visita com vacinas. Isso sem contar toda a forma do Odontopediatra apresentar a sala e todos os instrumentais e aparelhos que serão utilizados.


O Odontopediatra é o profissional mais capacitado para avaliar o crescimento, desenvolvimento crânio facial e harmonia dos arcos dentários. Avaliar também questões da gestação e parto que podem influenciar nos dentinhos, a associação dos hábitos alimentares com o risco à cárie, orientar sobre uso de chupeta e mamadeira e seus possíveis prejuízos para a boca, mastigação, fonação, além de orientar sobre prevenção de doenças bucais, uso do flúor e escovação. Este especialista também é o responsável por verificar as primeiras desordens de crescimento dos ossos bucais que podem interferir na mordida, trazendo consequências funcionais, como uma mastigação deficiente e problemas de estômago futuramente, e consequências estéticas, como o crescimento assimétrico da face e dores.



Então, levar a criança ao dentista, não é somente abrir a boca e contar quantas lesões de cárie o pequeno tem. Vai muito além. E muitos problemas futuros podem ser evitados com acompanhamento do especialista. Afinal, se para garantir a saúde do seu filho você confia em um médico especialista em pediatria, por que com o dentista seria diferente?


#sorrisosaudável #dentistadecriança #odontopediatra #odontopediatria


Dra. Charlene Mem, Odontopediatra. CRO/PR 22025